AGOSTO 2010

cafésolo

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

a nossa vez

 


Reflecte-se futuro no meu copo;
no astro que se afasta e traz gelo
aos restos que restam no vidro.

E há uma voz seca – árida até –
que sempre me encontra só,
sentado à mesma mesa de sempre. 

Resquícios de vida repetidos, nós
de silêncio. E é noite no deserto que 
atravessamos. No balcão de serviço

sobra o teu pedido, a nossa vez?
Um rasto que nos rastra por dentro,
a sede que nos rasga o coração.

7 comentários:

  1. Mesmo a trabalhar é sempre agradável ler um lindo poema. Parabens

    ResponderEliminar
  2. Enquanto atravesso o deserto da minha noite, a poesia visita-me, como um luar quente. Bom, Miguel.Fazes bem em não esbanjar a tua poesia noutras vitrinas.

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pelos vossos comentários,
    um bem aja!

    ResponderEliminar
  4. A sede é uma coisa terrível... Ainda bem que vamos encontrando fontes pelo caminho!

    Beijinho, Miguel

    ResponderEliminar
  5. Tenho um blog sobre curiosidades e gostaria de saber de você se haveria a possibilidade de você me ajudar
    colocando o link do meu blog no seu e eu faria o mesmo com o seu,meu nome é Luciano e sou Bombeiro Militar
    no Rio de Janeiro,
    parabéns pelo trabalho que vem fazendo com seu blog e fico aguardadando sua resposta

    Curiosidades
    http://centraldascuriosidade.blogspot.com/

    Tenho um blog também sobre bombeiros
    Vida de bombeiro
    http://www.heroisdavida.blogspot.com/

    Mensagens e poemas:
    Mensagens
    http://centraldoamorvirtual.blogspot.com/

    Meu time de coração,Fluminense:
    Fluzão
    http://fluzaoeterno.blogspot.com/

    Visite os meus blogs e veja se pode me ajudar colocando o link de algum deles no seu,um abração

    Caso tenha interesse entre em contato comigo pelo email lmturl@gmail.com,mandando mensagem em qualquer blog meu
    ou pelo orkut http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=ls&uid=5076013500225631247

    MSN; bombeiro_dorio@hotmail.com

    ResponderEliminar
  6. Olá Luciano.
    Em primeiro lugar devo agradecer o seu elogio. Depois, gostaria de esclarecer que neste blogue apenas se escreve poesia, assim sendo, os blogues ou links que aqui constam, têm sempre o pressuposto de estarem ligados ou à poesia ou à literatura, talvez por isso ache sinceramente, que o barbitúrico não deve ser o blogue mais indicado para fazer o tipo de promoção que procura.

    Um abraço, e continuação de um bom trabalho.

    ResponderEliminar